First Day in Hell – Arch Enemy

First Day In Hell

Torn from home, sent down death’s railroad, are we
When we wake up tomorrow
Will we still be wearing this curse?
Will we wake up tomorrow?
Which punishment is worse?

Day one: no sun
Stripped of our names
Now we are merely numbers
Permanently inked in the flames

Our kind – our existence lights the fire
Igniting hell on earth
Archangels bending crosses, hooked

Innocent men, women, children
Sentenced before conviction
With golden stars to guide them
Their gavel is the end of a gun

Day two: lived through
More culprits arrive
Every cage so crowded
How will we survive through the night?

Our kind – our existence lights the fire
Igniting hell on earth
Archangels bending crosses, hooked

First day in hell

First day in hell
See the terror in abandoned gates
Fear sunken eyes
Get the guards and walk a dozen paces, saturnine

Incarcerated without reason
Doomed by blood
Anti-venom for a poisoned nation
Our birth right

Week five: alive
Soon out of time
After all that I’ve, here, witnessed
There’s no value in life

Our kind – our existence lights the fire
Igniting hell on earth
Archangels bending crosses, hooked

First day in hell
First week in hell
See the terror in abandoned gates
Fear sunken eyes
Get the guards and walk a dozen paces, saturnine

First month in hell
Incarcerated without reason
Doomed by blood
Anti-venom for a poisoned nation
Our birth right

Last day in hell

Primeiro Dia No Inferno

Arrancados de casa, enviados pela ferrovia da morte estamos
Quando acordarmos amanhã
Ainda estaremos amaldiçoados?
Acordaremos amanhã?
Qual punição é pior?

Primeiro dia: sem sol
Despidos de nossos nomes
Agora somos apenas números
Permanentemente pintados nas chamas

Nosso tipo – nossa existência acende o fogo
Acendendo o inferno na terra
Arcanjos entortando cruzes em ganchos

Homens, mulheres, crianças inocentes
Sentenciados antes da condenação
Com estrelas douradas para guiá-los
O seu martelo é o fim de uma arma

Dia dois: sobrevivemos
Mais culpados chegam
Toda jaula tão lotada
Como sobreviveremos pela noite?

Nosso tipo – nossa existência acende o fogo
Acendendo o inferno na terra
Arcanjos entortando cruzes em ganchos

Primeiro dia no inferno

Primeiro dia no inferno
Veja o terror em portões abandonados
Olhos afundados de medo
Pegue os guardas e ande uma dúzia de passos, sombrio

Encarcerado sem motivo
Condenado pelo sangue
Antídoto para uma nação envenenada
Nosso direito de nascimento

Semana cinco: vivo
Em breve sem tempo
Depois de tudo o que eu, aqui, testemunhei
Não há valor na vida

Nosso tipo – nossa existência acende o fogo
Acendendo o inferno na terra
Arcanjos entortando cruzes em ganchos

Primeiro dia no inferno
Primeira semana no inferno
Veja o terror em portões abandonados
Olhos afundados de medo
Pegue os guardas e ande uma dúzia de passos, sombrio

Primeiro mês no inferno
Encarcerado sem motivo
Condenado pelo sangue
Antídoto para uma nação envenenada
Nosso direito de nascimento

Último dia no inferno

Sobre o autor

cardealnegro

cardealnegro

Criador da Igreja de Satã do Brasil, o Cardeal Negro está no topo da hierarquia de nossa igreja.

Deixe uma resposta