Me peguei recentemente em meio a um debate sobre as qualidades morais dos cristãos em relação às mulheres. O argumento era que “verdadeiros cristãos não podem ser machistas ou misóginos”. Soa bem, mas é completamente mentiroso. Se tem uma coisa que a bíblia faz bem, é espezinhar com as mulheres. São inúmeras citações machistas e xenofóbicas.  Reuni algumas abaixo:

Genesis

  • Deus forma a mulher de uma das costelas de Adão. Isto foi necessário porque Adão não pode achar uma “adjutora” dentre os animais que Deus trouxe. [2:20-22]
  • Adão culpa Eva e Eva culpa a serpente. [3:12-13]
  • Deus castiga Eva e todas as mulheres depois dela, com as dores do parto e sujeição aos homens. [3:16]
  • Adão também é castigado, embora menos severamente. Ele terá que trabalhar para viver, porque “deste ouvidos à voz de tua mulher”. [3:17]
  • Lameque é o primeiro de uma série de homens bíblicos com mais de uma esposa. Parece que Deus aprova tais matrimônios. [4:19], [4:23]
  • Finalmente, depois de 800 anos, Adão gerou algumas filhas. Estas sem nome, são as primeiras (das poucas) meninas a nascer na Bíblia. [5:4]
    “o macho e sua fêmea…” Note que na Bíblia as fêmeas são propriedade dos machos, assim como as mulheres são propriedade dos homens. [7:2]
  • Abrão pede para a esposa mentir, dizendo para os egípcios que ela é irmã dele. Mas isto era pelo menos meio-verdade, já que ela era meia-irmã dele. Tais matrimônios incestuosos são condenados na Bíblia, mas Deus faz uma exceção para Abrão e Sarai. (Veja em [Gn 17:15-16] onde Deus abençoa o matrimônio deles.) [12:13]
  • Sarai é a primeira de uma série de mulheres estéreis que estavam desesperadas para ter filhos. (Na Bíblia, só as mulheres que são estéreis, nunca os homens.) Ela envia a Abrão sua criada, Agar, de modo que ela possa ter os filhos desejados. Abrão concorda. [16:1-4]
  • Ló se recusa deixar dois anjos a mercê de um bando de pervertidos, e ao invés disso, ele oferece as duas “filhas virgens”. Ele diz para o grupo de estupradores: “fareis delas como bom for nos vossos olhos.” Este é o mesmo homem que é chamado de “justo” em [II Pe 2:7-8]. [19:8]
  • Por olhar para trás, a esposa sem nome de Ló é transformada em uma estátua de sal por Deus. [19:26]
  • Ló e suas filhas acampam durante algum tempo em uma caverna. As filhas aproveitam a bebedeira do pai e tem relações sexuais com ele, e cada uma concebe um filho (não vá você fazer isto!). [19:30-38]
  • Como Abraão disse que Sara era sua irmã, Abimeleque tomou a Sara embora ela já tivesse 90 anos. [20:2]
  • Deus se enfurece com o rei Abimeleque, entretanto o rei não havia tocado em Sara. Ele diz ao rei, “Eis que morto és por causa da mulher que tomaste”. Deus ameaça matá-lo e tudo a que lhe pertence. Para compensar o crime que ele nunca cometeu, Abimeleque dá a Abraão ovelhas, vacas, escravos, prata, e terra. Finalmente, depois de Abraão rezar, Deus suspende o castigo a Abimeleque, “porque o SENHOR havia fechado totalmente todas as madres da casa de Abimeleque, por causa de Sara”. [20:3-18]
  • Deus fechou todos os úteros porque Abimeleque acreditou na mentira de Abraão. [20:18]
  • “E Abraão tomou outra mulher; o seu nome era Quetura.” Abraão já tinha uma esposa (Sara), e uma concubina abandonada (Agar). [25:1]
  • Abraão teve várias concubinas. [25:6]
  • Isaque usa a mesma mentira “ela é minha irmã” que o pai dele usou tão efetivamente (veja em [Gn 12:13], [20:2]). [26:7]
  • Esaú “toma” duas esposas. [26:34]
  • Esaú que já tinha duas esposas [26:34], “toma” outra. [28:9]
  • Jacó se oferece para trabalhar durante sete anos para pagar por Raquel. Como ele é enganado e acaba fazendo sexo com a irmã dela, Léia, ele tem que trabalhar durante outros sete anos para pagar por ambas. [29:18-30]
  • Jacó pede a Labão que lhe entregue Raquel “para que eu entre a ela.” Mas ao invés disso, Labão lhe entrega Léia, e Jacó “entrou a ela (Léia)” por engano. Jacó foi enganado até de manhã – aparentemente ele não soube em quem ele “entrou”. Finalmente eles acertam as contas, e Jacó consegue “entrar” em Raquel também. [29:21-30]
  • Como parte da transação com Jacó, Zilpa e Bila (escravas de Labão) são entregues a Léia e Raquel. [29:24], [29:29]
  • Considerando que Jacó odiou Léia, Deus decidiu “abrir o útero” dela e fazer de Raquel estéril. [29:31]
  • “Dá-me filhos, senão morro.” Raquel se considera inútil já que não conseguia dar filhos ao seu marido. [30:1]
  • Mas afortunadamente ela tem uma idéia. Ela diz a Jacó, “Eis aqui minha serva Bila; entra a ela.” Ela resolveu o problema do mesmo modo como fez Sara [16:2]. [30:3]
  • Léia dá para Jacó sua serva (Zilpa) “por mulher.” E Jacó tem um filho com ela. [30:9]
  • Léia pensa que seu marido a honrará agora que ela lhe deu seis filhos. [30:20]
  • E finalmente, Deus se lembrou de Raquel, e abriu o útero dela. E ela concebeu um filho. [30:22]
  • Então Jacó “pondo os seus filhos e as suas mulheres sobre os camelos…” Jacó teve quatro esposas (ou duas esposas e duas concubinas – esta distinção não está clara na Bíblia): Raquel, Léia, Bila e Zilpa. Não há nenhuma indicação que Deus censure essas uniões. [31:17]
  • Labão está procurando as “imagens” que Raquel tinha roubado dele. Raquel se assenta sobre as “imagens” e diz ao seu pai, “Não se acenda a ira nos olhos de meu senhor, que não posso levantar-me diante da tua face; porquanto tenho o costume das mulheres.” Ela sabe que nenhum homem virá perto dela enquanto ela estiver menstruada. [31:34-35]
  • Diná, a filha de Jacó, é tomada por um homem que parece a amar afetuosamente. Os irmãos dela enganam todos os homens da cidade e os matam (depois de ter circuncidado a todos), e então levam as suas esposas e crianças como escravos. [34:1-31]
  • Os irmãos de Diná, para justificarem o massacre de uma cidade pelo estupro da irmã, dizem: “Faria, pois, ele a nossa irmã, como a uma prostituta?” Para o autor do Gênesis, estupro é claramente um crime contra a honra dos homens, não das mulheres. [34:31]
  • Raquel morre no parto; mas pelo menos ela teve outro filho. É esperado que uma mulher morra feliz na Bíblia, contanto que ela tenha um filho. [35:17-18]
  • Rúben se deita com a “concubina de seu pai.” Eu gostaria de saber por que Deus quer nos falar sobre isto. [35:22]
  • Esaú (filho de Isaque) teve várias esposas (continuando a tradição de poligamia na Bíblia). [36:2], [36:6]
  • “E viu Judá ali a filha de um varão cananeu, cujo nome era Sua; e tomou-a e entrou a ela. E ela concebeu e teve um filho; e chamou o seu nome Er. E tornou a conceber, (eu imagino que Judá tenha entrado a ela novamente) e teve um filho, e chamou o seu nome Onã.” (Parece que a probabilidade de ter uma filha bíblica é bem menor que 50%.) [38:2-4]
  • Depois de Judá pagar Tamar pelos serviços dela, lhe é falado que a prostituta era sua nora. Quando Judá ouve isto, ele diz, “Tirai-a fora para que seja queimada.” [38:24]

Êxodo

  • Deus diz que os primogênitos de todos homens e animais pertencem a ele. Ao que parece as mulheres não tem valor algum. [13:2], [13:12-15]
  • “Não cobiçarás… a mulher do teu próximo… nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.” Na Bíblia, mulheres são propriedade dos homens; elas são posses – como um boi ou um jumento. [20:17]
  • Deus explica como vender sua filha – e o que fazer se ela não agradar o novo senhor. [21:7]
  • Instruções de Deus para tomar uma segunda esposa. [21:10]
  • Se você “enganar alguma virgem” e se deitar com ela, terá que casar, a menos que o pai dela recuse dá-la a você, de qualquer modo você terá que pagar o dote das virgens. [22:16-17]
  • “A feiticeira não deixarás viver.” Milhares de mulheres inocentes sofreram mortes bárbaras por causa deste verso. [22:18]
  • Três vezes por ano Deus quer ver todos os homens. As mulheres ele nunca quer ver. [23:17], [34:23]
  • Deus sempre culpa as mulheres; elas que são culpadas dos filhos buscarem outros deuses. [34:16]

Levítico

  • Só machos puros serão mortos e oferecidos a Deus. [1:3], [1:10]
  • Quando um rei pecar, ele deverá oferecer em sacrifício um bode. Mas se um cidadão pecar, uma fêmea ofertará. [4:22-28]
  • As mulheres que dão a luz são imundas, então Deus prescreve rituais para a purificação delas. Se nascer um menino, a mãe estará imunda durante 7 dias e deve ser purificada durante 33 dias; mas se for uma menina, a mãe estará imunda durante 14 dias e sua purificação será durante 66 dias. Isto porque, aos olhos de Deus, as meninas são duas vezes mais sujas do que os meninos. [12:1-5]
  • Depois que uma mulher der à luz, um cordeiro e um pombo serão oferecidos pelo pecado. Isto porque ter crianças é pecado e Deus gosta quando animais são mortos para ele. [12:6-8]
  • Deus determina que a toda mulher menstruada é imunda e pecadora. E será imundo tudo o que ela tocar. [15:19-23], [15:30]
  • Um homem que fazer sexo com uma mulher menstruada será imundo por sete dias. [15:24]
  • “E não te chegarás à mulher durante a separação da sua imundícia, para descobrir a sua nudez.” Nem mesmo olhe para uma mulher menstruada. [18:19]
  • Se um homem fizer sexo com a esposa de seu pai, ambos morrerão. [20:11]
  • Se um homem fizer sexo com sua nora, ambos morrerão. [20:12]
  • Se um homem tomar uma mulher e a sua mãe, então os três morrerão. [20:14]
  • Se um homem fizer sexo com uma mulher menstruada, “ambos serão extirpados do meio do seu povo.” [20:18]
  • Mulheres com “espírito adivinho” serão apedrejadas até a morte. [20:27]
  • Prostitutas e mulheres divorciadas não podem se casar, porque elas contaminariam o homem. [21:7]
  • “Quando a filha de um sacerdote se prostituir; com fogo será queimada.” [21:9]
  • Um homem só poderá se casar com uma virgem. Nenhuma prostituta, viúva, ou mulher divorciada servirá para mulher. (Deus realmente gosta de virgens.) [21:13-14]
  • Deus define o valor da vida humana em cinqüenta siclos de prata. Claro que, para Deus, as mulheres valem bem menos que os homens (trinta siclos). [27:3-7]

Números

  • A Lei do Ciúmes. Se um homem suspeitar que sua esposa é infiel, ele informará isto ao sacerdote. O sacerdote então a fará beber um pouco de “água amarga.” Se ela for culpada, a coxa dela apodrecerá e a barriga inchará. Se for inocente, nenhum dano ocorrerá – a mulher “será livre e conceberá semente.” Em todo caso, “o homem será livre da iniqüidade, porém a mulher levará a sua iniqüidade.” [5:11-31]
  • Miriã e Arão (irmãos de Moisés) criticam Moisés por se casar com uma mulher egípcia e assim quebrar a lei de Deus. Mas Deus deixa claro que as suas regras não se aplicam aos favoritos dele, e ele golpeia Miriam com lepra. Note que só Miriã foi castigada, entretanto ela e Arão reclamaram. [12:1], [12:9-10]
  • Quando um homem israelita traz uma mulher estrangeira para casa, Finéias (o neto de Arão) “tomou uma lança na sua mão; e foi após o varão israelita até à tenda e os atravessou a ambos, ao varão israelita e à mulher, pela sua barriga”. Este ato agrada tanto a Deus que “a praga cessou de sobre os filhos de Israel.” Mas antes já haviam morrido 24.000. [25:6-9]
  • Por empalar o par inter-racial, Deus recompensa Finéias e os filhos dele com o sacerdócio perpétuo. [25:10-13]
    Se um homem morre e não tem nenhum filho, então a herança dele vai para a filha. Mas se ele tiver um filho, então a filha não recebe nada. Também nenhuma menção é feita a esposas, irmãs, ou tias. [27:8]
  • Se homens fizerem votos, então Deus espera que eles os mantenham. Mas uma mulher não pode fazer voto, a menos que seja permitido pelo seu marido ou seu pai. Se permitido, então ela terá que mantê-lo – mas mesmo assim, ela não é responsável (o marido ou o pai é que são). [30:3-16]
  • Sob as ordens de Deus, o exército de Moisés derrota os midianitas. Eles matam todos os homens adultos, e levam presos as mulheres e crianças. Quando Moisés soube que alguns ainda viviam, ele diz furiosamente: “Deixastes viver todas as mulheres? … matai todo varão entre as crianças; e matai toda mulher que conheceu algum homem, deitando-se com ele. Porém todas as crianças fêmeas que não conheceram algum homem, deitando-se com ele, para vós deixai viver.” Assim eles voltaram e fizeram como Moisés (e presumivelmente Deus) instruiu, matando todo mundo com exceção das virgens. Deste modo salvaram-se 32.000 virgens – Que emocionante! (Deus tem um plano para saquear e escravizar virgens.) [31:1-54]

Deuteronômio

  • Não deseje a esposa de seu vizinho ou seu jumento – ou qualquer coisa que pertença a ele. Veja, aos olhos de Deus, mulheres são posses dos homens. [5:21]
  • Três vezes por ano Deus quer ver todos os homens. As mulheres ele nunca quer ver. [16:16]
  • Nas cidades que Deus “dará na tua mão” você matará todos os machos (incluindo os velhos, meninos, e bebês) com “fio da espada, salvo as mulheres… que tomarás para ti.” [20:13-14]
  • Se você vê uma mulher bonita entre os presos e a querer como esposa, é só trazê-la para sua casa e “entrarás a ela.” Depois, se você decidir que não gosta dela, “a deixarás ir à sua vontade.” [21:11-14]
  • Regras para quem têm duas esposas: “uma a quem ama e outra a quem aborrece.” [21:15]
  • Mulheres não vestirão as roupas que os homens usam – “abominação é ao SENHOR.” [22:5]
  • Se um homem se casar, e então decidir que não gosta da mulher, ele pode alegar que ela não era virgem quando se casaram. Se o pai dela não conseguir provas de sua virgindade (o lençol com sangue), então a mulher será apedrejada até a morte na porta da casa do pai dela. [22:13-21]
  • “Quando um homem for achado deitado com mulher casada com marido, então, ambos morrerão”. [22:22]
  • Se uma noiva virgem for estuprada na cidade e não gritar alto o bastante, então os homens da cidade a apedrejarão até a morte. [22:23-24]
  • Se um homem se deitar com uma virgem, ele terá que pagar ao pai dela 50 siclos de prata e se casar com a moça. [22:28-29]
  • Deus diz para que não traga qualquer prostituta na casa de Deus. Isto é “abominação ao SENHOR.” [23:17-18]
  • Se um homem se casa com uma mulher e posteriormente “nela achar coisa feia”, então ele pode se divorciar e a expulsar de sua casa. Se com outro homem ela se casar e novamente ser expulsa, o primeiro marido não a pode receber. Isto “é abominação perante o SENHOR.” [24:1-4]
  • Se um homem morre antes da esposa, então a viúva tem que se casar o cunhado – goste dele ou não, queira ela ou não. [25:5]
  • Se dois homens lutam e a esposa de um deles agarra as “vergonhas” do outro, “então, cortar-lhe-ás a mão; não a poupará teu olho.” [25:11-12]
  • “Maldito aquele que se deitar com a mulher de seu pai, porquanto descobriu a ourela de seu pai”. (Por que?) Como fazendo sexo com a esposa do pai se descobrirá a ourela do pai? Bem, eu imagino que a esposa a possua. Desse modo a ofensa é contra ele, não ela. [27:20]
  • “E, quanto à mulher mais mimosa e delicada entre ti, que de mimo e delicadeza nunca tentou pôr a planta de seu pé sobre a terra, será maligno o seu olho contra o homem de seu amor, e contra seu filho, e contra sua filha”. [28:56]

Juízes

  • Calebe oferece sua filha (Acsa) a qualquer um que conquistar a cidade de Debir. O sobrinho de Calebe (primo de Acsa) ganha a competição e é ele que fica com o prêmio. [1:12-13]
  • “Porventura não achariam e repartiriam despojos? Uma ou duas moças a cada homem?” [5:30]
  • Gideão teve 70 filhos (quantas filhas ninguém sabe) “porque tinha muitas mulheres.” [8:30]
  • Depois de receber uma pancada na cabeça por uma mulher, Abimeleque pede a um moço que o mate, para que ninguém diga que foi morto por uma mulher. [9:53-54]
  • Quando “o espírito de Deus” veio sobre Jefté, ele faz um trato com Deus: Se Deus lhe ajudar a matar os amonitas, então ele oferecerá a Deus em holocausto tudo o que sair da sua casa ao seu encontro. Deus mantém a palavra proporcionando para Jefté uma “grande mortandade.” Mas aconteceu que a filha sem nome de Jefté saiu ao encontro do pai para o cumprimentar (quem ele esperava, a sua esposa?). Bem, negócio é negócio, então ele entrega a própria filha a Deus como oferenda – depois de a deixar dois meses lamentando sua virgindade nas montanhas. [11:29-39]
  • A esposa sem nome de Manoá, como tantas mulheres bíblicas, é estéril. Mas com a ajuda de Deus, Sansão nasce. [13:2-3], [13:24]
  • Sansão vê uma mulher filistéia e diz para os seus pais que a “tomai-la por mulher… porque ela agrada aos meus olhos.” [14:1-3]
  • O sogro de Sansão dá a esposa dele a um amigo, já que esta o “aborrecia.” Ele sugere que Sansão leve a filha mais jovem, já que sendo mais nova era mais bonita. [15:2]
  • Depois de levar um levita peregrino para sua casa, o anfitrião oferece a sua filha virgem e a concubina do convidado dele a uma bando de pervertidos (que querem ter sexo com o convidado dele). O bando recusa a filha, mas aceita a concubina “e abusaram dela toda a noite.” Pela manhã ela rasteja até o degrau da porta “onde estava seu senhor”. O levita põe o corpo já morto sobre um jumento. Então ele pica o corpo em doze pedaços e os envia a cada uma das doze tribos de Israel. [19:22-30]
  • Os homens de Israel não estavam dispostos a darem suas filhas aos benjamitas. Assim as outras tribos atacaram e mataram todos os ocupantes de uma cidade com exceção das virgens jovens, e então estas foram dadas aos benjamitas como esposas. [21:7-23]

Rute

  • Rute faz como Noemi diz, e então à meia-noite acorda Boaz que a acha aos pés dele. Ele pergunta quem é ela, e ela diz, “Sou Rute, tua serva; estende, pois, tua aba sobre a tua serva, porque tu és o remidor.” [3:7-9]

I Samuel

  • “E este (pai de Samuel) tinha duas mulheres.” Uma vez mais, a Bíblia endossa a poligamia. [1:2]
  • “porém o SENHOR lhe tinha cerrado a madre (de Ana).” Por que? A Bíblia não diz. Talvez Deus não tivesse nada melhor para fazer. [1:5]
  • “Elcana conheceu a Ana, sua mulher, e o SENHOR se lembrou dela.” (Ele provavelmente disse algo como, Oh sim, esta é aquela cujo útero eu calei.) E “Ana concebeu, e teve um filho, (outro menino!), e chamou o seu nome Samuel.” [1:19-20]
  • Davi mata 200 filisteus e traz os seus prepúcios a Saul como dote para poder se casar com Mical, filha de Saul. Saul só tinha pedido 100 prepúcios, mas Davi era generoso. [18:25-27]
  • O sacerdote fala para Davi que ele e os seus homens podem comer o pão “sagrado” se eles se “abstiveram das mulheres.” Davi garante ao sacerdote que “o corpo dos jovens também era santos.” Assim poderiam comer o pão sagrado. [21:4-5]
  • “E aconteceu que, passados quase dez dias, feriu o SENHOR a Nabal, e este morreu.” Isto foi conveniente para Davi que então tomou a propriedade dele e sua esposa, Abigail. [25:38]
  • Davi leva sua segunda esposa (Abigail) depois que Deus matou o marido dela (Nabal). Ele também, ao mesmo tempo, levou outra esposa (3ª), Ainoã. Enquanto isso, Saul deu Mical (a filha dele e a primeira esposa de Davi) para outro homem. [25:41-44]

II Samuel

  • Davi, até este momento tem pelo menos sete esposas (Mical, Ainoã, Abigail, Maaca, Hagite, Abital, e Eglá), e ele só está começando. [3:2-5]
  • Davi diz, “Dá-me minha mulher Mical, que eu desposei por cem prepúcios de filisteus.” Bem, na verdade ele pagou com duzentos prepúcios (veja em [I Sm 18:25-27]). [3:14]
  • “E tomou Davi mais concubinas e mulheres.” (Quantas? Só Deus sabe, mas ele não nos fala na Bíblia.) [5:13]
  • Davi vê uma mulher (Bate-Seba) tomando banho e gosta do que vê. Assim ele a chama e comete adultério já que “ela se tinha purificado da sua imundície”. E ela concebe um filho (é claro!). [11:2-5]
  • Davi manda Joabe (o capitão dele) enviar o marido de Bate-Seba (Urias) para a “frente da maior força da peleja … para que seja ferido e morra.” Deste modo, Davi adquire outra esposa. [11:15], [11:17], [11:27]
  • “Assim diz o SENHOR, Deus de Israel: Eu te ungi rei sobre Israel e… te dei a casa de teu senhor e as mulheres de teu senhor”. [12:7-8]
  • Deus está bravo com Davi por ter morto Urias. Como castigo, ele terá as suas esposas tomadas pelo “próximo”. E este “próximo” que Deus envia para fazer o seu trabalho sujo é o próprio filho de Davi, Absalão [16:22]. [12:11-12]
  • Depois que o bebê de Bate-Seba é morto por Deus, Davi a conforta entrando a ela. E ela concebe outro filho (Salomão). [12:24]
    Amnom (filho de Davi) estrupa sua meia-irmã Tamar (que era virgem). [13:14]
  • “E entrou Absalão às concubinas de seu pai perante os olhos de todo o Israel.” Isto já estava nos planos de Deus como anunciado em [II Sm 12:11-12]. [16:21-22]
  • Para castigar as dez concubinas que se deitaram com seu filho [16:21-22], Davi recusa ter sexo com elas e as confina em casa para pelo resto de suas vidas. [20:3]